top of page

#saramago100

No CEAB, os alunos e professoras do 3º e 4º anos juntaram-se na Biblioteca para o culminar das celebrações do Centenário de José Saramago, com leituras de excertos de várias histórias já publicadas: O Silêncio da Água, O Lagarto, A Maior Flor do Mundo e Uma luz inesperada.

Aconteceu uma grande festa da Palavra escrita, lida e vivida nesta comunidade de leitores comprometidos. Para eles houve fortes e merecidos aplausos, dos seus pares e de toda a equipa!.

Foi uma singela homenagem a José Saramago, o escritor que dizia não saber escrever histórias para crianças. No entanto, ofereceu-lhes uma flor e com ela uma bela mensagem de harmonia com natureza e cuidado com planeta em “A Maior Flor do Mundo”. Defensor dos Direitos Humanos e dos valores da Liberdade e da Paz, deixou-nos também memórias escritas, que permitiram aos alunos conhecer melhor a sua infância e a realidade do país de há cerca de 90 anos.

Viva José Saramago! Enquanto lermos os seus livros, viverá connosco para sempre...

“Deixar coisas feitas pode ser uma forma de eternidade”, José Saramago”


40 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page